Cotidiano

Fortes chuvas no litoral paulista deixam ao menos 36 mortos

Fortes chuvas provocaram alagamentos, estragos e deixaram ao menos 36 vítimas no litoral de São Paulo. De acordo com o governo do estado, 228 pessoas estão desalojadas e 338 permanecem desabrigadas. As buscas prosseguem nesta segunda-feira (20).

 

Entre as mortes confirmadas até o momento, 35 são de pessoas de São Sebastião (31 na Barra do Sahy, duas em Juquehy, uma Camburi, uma em Boiçucanga) e uma de Ubatuba.

 

O coordenador da Defesa Civil do estado, coronel Henguel Ricardo Pereira, acompanha as ações de atendimento aos desabrigados e desalojados pelas chuvas. Seis equipes da Defesa Civil estadual atuam de forma suplementar nos municípios afetados.

 

Uma criança de dois anos, que estava soterrada na região da Vila Sahy, na cidade de São Sebastião, uma das mais atingidas pelos temporais, foi resgatada pelas equipes do Comando de Aviação João Negrão e do Corpo de Bombeiros. A criança foi transportada para o Hospital Regional do Litoral Norte.

 

A Defesa Civil do estado recomendou que a população evite o deslocamento para o litoral Norte até que a situação esteja normalizada.

 

O governador Tarcísio de Freitas decretou estado de calamidade pública para as cidades de Ubatuba, São Sebastião, Ilhabela, Caraguatatuba e Bertioga, que foram impactadas pelas fortes chuvas que atingiram a região.

 

O temporal causou pontos de alagamento e deslizamentos. Algumas vias de acesso à região estão interditadas devido à queda de barreiras.

 

Texto e foto: reprodução/CNN Brasil, com edição NH Notícias

Comentários